Resenha: Anna e o beijo francês – Stephanie Perkins

DSC_0066

Sinopse:

Anna e o Beijo Francês – Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada. Ele e Anna se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

Resenhando:

Oi galera! Bora pra mais uma resenha do lado romântico desse universo literário?

Li uma resenha desse livro há algum tempo atrás e sinceramente fui super atraída pelo nome e pela capa… Eu sei, eu sei, que já disse várias vezes aqui no blog que não curto capas de livros com pessoas, mas eu gostei muito dela… Achei singela, romântica e misteriosa por mostrar somente o rosto de Anna, que por sinal, não se parece com a moça da capa, kkkkk

Stephanie Perkins é uma romancista e declara que escreve também “para adultos que não têm medo de admitir que romances adolescentes são ótimos!”, eu adorei essa sua “filosofia”. Trabalha com livros desde sempre, foi vendedora, bibliotecária e agora escritora.

É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar?

DSC_0023

O livro conta história de Anna, uma adolescente de pais separados que adora filmes, tem problemas sérios de convivência com seu pai, apaixonada pelo seu irmão e sua mãe… Seu pai é um escritor que vem crescendo com seus livros melodramáticos que ela odeia…Aí eu já não me identifiquei muito com ela, porque eu AMO! Kkkk… O fato é, que Anna vê sua vida desmoronar quando seu pai a envia para estudar seu último ano em Paris, a separando de sua melhor amiga, Bridgette e de seu colega de trabalho e também affair, Toph…

Se  existe um concurso para ver quem consegue se prejudicar mais em um único dia, estou certa que venceria.

Paris é a cidade mais romântica do mundo, sem contar que deve ser maravilhosa também, quem estaria triste e com raiva de passar um ano lá? Anna. E aí que entra St. Clair, um charmoso e carismático garoto que também vive em guerra com seu pai. Eles desenvolvem uma amizade sincera que poderia até virar um romance, se não fosse pela namorada dele…. Esse dilema, vai mudar sua estadia em Paris. Estar em Paris, vai mudar sua vida em Atlanta.

O começo do livro é empolgante, você fica querendo saber como vai ser a vida de Anna em Paris, sem conhecer ninguém, sem falar francês. Achei muito interessante quando ela começa a narrar alguns de seus passeios, foi muito legal “conhecer” lugares de Paris por meio de um livro. Mas apesar do enredo ser muito bom e os personagens interessantes, em meados do livro achei a leitura um pouco cansativa. Quando chegou ao final, a ansiedade pelo que estava acontecendo voltou.

DSC_0081

 

A principio tudo parecia muito sofisticado para o meu gosto, mas três meses nessa situação e passei a entender por que os franceses são famosos pela sua comida.

No geral, acho que criei uma expectativa muito grande sobre o livro que acabou não me cativando tanto quanto eu esperava.

Pode ser que com você seja diferente, né? Alguém aí já leu o livro? Conta pra gente o que achou!

Um beijo e até mais!

Nota:Bom

downloadFicha Técnica
 Título: Anna e o beijo francês
 Título Original: Anna and the french kiss
 Autor: Jojo Moyes
 Tradução: Fabiana Paganini de Andrade
 Editora: Novo Conceito
 ISBN: 978-85-63219-32-9
 Lançamento: 2010
 Lançamento Nacional: 2011
 Páginas: 288
 Gênero:  Romance

 

assinatura

 

3 thoughts to “Resenha: Anna e o beijo francês – Stephanie Perkins”

    1. Nossa! Que interessante ela escrever um outro livro com a participação da Anna, bom saber =)
      Como disse, nao me apaixonei loucamente pelo livro, acho que criei uma expectativa muito grande.. kk

      Um beijO!

      Volte sempre!

  1. muito boa a resenha, prima! adoro livros q se passam em lugares incomuns assim! acho q não vou criar expectativas sobre esse livro e quem sabe um dia deixo ele me surpreender; rs

    p.s.: faltam 2 semanas!

Comentários fechados.